Notícias

Carros altos: de baratos e econômicos a luxuosos e para estrada

Por Filtros Tecfil

Entenda o que define o termo “carros altos” e suas principais categorias

Anteriormente associados apenas ao off-road, os carros altos conquistaram um espaço definitivo no coração dos brasileiros. Atualmente, alguns modelos desta categoria passaram a simbolizar status, pelo fato de chamarem atenção nas ruas por seu ar imponente.

Diferentemente do que se pode imaginar, os carros altos não são, obrigatoriamente, caros, ou constituídos por versões para pessoas de maior poder aquisitivo. 

Existem diversos modelos e faixas de preço que se encaixam nesse perfil, dos mais baratos e econômicos aos mais luxuosos e caros. Para evitar confusões, é necessário esclarecer o que caracteriza os carros altos.

O que são carros altos?

Pode-se considerar como tal aquele que apresenta altura do chão entre os eixos acima da média dos modelos comuns. Ou seja, do ponto mais baixo do veículo até o chão, é tomada a medida que permite classificá-lo como carro alto. Esse dado costuma ficar bem evidente em modelos SUV grandes.

As principais características dos carros altos, em geral, são: robustez, espaço, potência, design, conforto ao dirigir e esportividade. Vale destacar que sua altura em relação ao chão possibilita que eles passem por obstáculos na estrada com maior facilidade do que carros mais baixos. 

Eles também podem ser ótimas opções para realizar a prática do off-road, embora existam carros altos que não visem essa modalidade automotiva. Dentro da categoria, é possível fazer algumas divisões.

Carros altos econômicos

Modelos da Volvo – fabricante sueca conhecida internacionalmente pela segurança que emprega às suas produções – constituem exemplos típicos de carros altos e econômicos. 

Os híbridos XC90 (da categoria Premium) e XC60 se destacam pela economia de combustível ao percorrer rodovias, podendo fazer até 20 quilômetros com apenas um litro. Em trechos urbanos, a média cai para 17,4 km/l.

Altamente seguros, confortáveis e tecnológicos, esses automóveis também apresentam motorização eficiente, feita por meio de três propulsores diferentes: o primeiro, a diesel; o segundo, a gasolina; e o terceiro e mais econômico, híbrido. 

Também é destaque o fato de o interior desses veículos ser extremamente refinado.

Modelos da Volvo são exemplos de carros altos econômicos

Carros altos baratos

Engana-se quem pensa que carros populares não podem ser considerados altos. Um dos modelos de maior sucesso da Fiat, o Uno Way consegue unir robustez à simplicidade. 

A versão Way nasceu em 2006, quando foi lançado o Mille Fire, cujo objetivo era ser uma versão que proporcionasse mais aventura para o modelo leve.

Apesar do baixo custo, o Way conta com sistema inteligente de Start/Stop, responsável por reduzir o consumo de combustível ao desligar o motor em pequenas paradas. A versão do Uno que mais se aproxima do estilo off-road é o Way 1.0, avaliado em valor inicial de R$45.990,00. O 1.3, com motor Firefly de 109 cavalos, sai por R$53.690. Os números referem-se ao ano de 2021.

Concorrente do Uno, o Renault Kwid também apresenta traços de aventura em seu DNA, além de ter vincos bem pronunciados e design robusto proporcionado por sua cara retangular e seus faróis e lanternas relativamente simples.

Com capacidade de 290 litros no porta-malas, o compacto tem propulsor de 12 válvulas, em sua variedade 1.0, que produz 70 cavalos quando abastecido com álcool, e 66 com gasolina. A transmissão é manual e tem cinco velocidades. 

O que o caracteriza como carro alto são seus 18 centímetros de distância entre o seu ponto mais alto e o solo. 

O grande diferencial do modelo, levando em consideração o Brasil em crise econômica, é o preço abaixo dos concorrentes, que começa em pouco mais de 45 mil reais. Em 2019, eles eram ainda menores, tendo marcado cerca de R$ 32 mil.

Carros altos econômicos: Fiat Uno

Carros altos pequenos

A característica mais bem vista deste tipo é o fato de caber em quase qualquer vaga. Com o caos rotineiro dos ambientes urbanos, ficou ainda mais difícil achar um local para estacionar o carro, principalmente em ocasiões como vésperas de feriado ou natal, quando o indivíduo vai fazer compras em shoppings ou algum outro estabelecimento com grande circulação de pessoas.

Por isso, os compactos – ou pequenos – são eficientes alternativas. Quem tem dificuldade de estacionar o veículo também costuma apreciar esse modelo. Afinal, não é necessário fazer tantas manobras para colocá-los nas vagas. 

Como representante desta variedade, o Jimny, da japonesa Suzuki, consegue enfrentar vários tipos de percurso, pois é dotado de alta carroceria. Com propulsor 1.3, que chega a 85 cavalos a gasolina, o compacto apresenta tração nas quatro rodas. 

Ar-condicionado, encosto bipartido, airbag duplo e sistema com lanternas e faróis de neblina são apenas algumas das suas funcionalidades, que também trazem direção hidráulica. O comprador ideal do Jimny é aquele que procura um automóvel compacto, não precisa de muito espaço e gosta de aventuras. 

Ford EcoSport

Carros altos para estrada de terra

Esta categoria se destaca pela estabilidade, tração e altura. Os amantes dessas características tendem a gostar de aventuras, rallys e, consequentemente, das versões altas para estrada de terra.

Exemplo desse modelo é a Ford EcoSport (um dos 4×4 mais baratos do Brasil), capaz de enfrentar o caos da vida urbana e também desbravar trechos off-road. as estradas de terra. O veículo estável tem bom valor de revenda e desvaloriza pouco. Além disso, seus serviços de assistência técnica e seguro não são caros para os padrões.

Quando o assunto é unir, em único modelo, o espírito aventureiro da estrada com o conforto para enfrentar o trânsito, a Renault também não fica atrás. Fabricada pela marca francesa, a Duster é bem espaçosa e robusta. O modelo apresenta dois tipos de suspensão traseira: a multilink (oferecida apenas na versão 4×4) e a de eixo de torção.

Seu design externo foi todo pensado para enfrentar qualquer terreno sem ter grandes danos. Isso porque o carro tem diversos itens que o protegem contra pedras e demais adversidades que possam aparecer em terrenos urbanos e rurais.

O porta-malas, definitivamente, não deixa a desejar: são 475 litros. Já os pneus, série 60 com largura 205, chamam atenção pela altura.

Carros altos para estrada de terra: Renault Duster

Carros altos luxuosos

Os carros de luxo apresentam alto valor de mercado, em função de itens exclusivos e pelo status que eles conferem ao proprietário. Na escala de segmentos, os luxuosos são apontados como veículos “F”, tendo em vista que os carros “E” são vistos como modelos executivos.

Algumas fabricantes específicas costumam produzir versões para este tipo. São elas: Mercedes-Benz, BMW, Land Rover, Audi, Jeep, Cadillac, Rolls-Royce, Aston Martin e Bentley. Outras companhias fabricam modelos que se encaixam na categoria de esportivos (e também luxuosos), casos de Ferrari e Lamborghini.

Para exemplificar os altos luxuosos, citamos a Land Rover. Embora tenha sido lançado inicialmente como utilitário, ele se consolidou no mercado como SUV off-road de luxo.

Quando concebido, a ideia era que o veículo fosse bem espaçoso, tivesse uma condução confortável e dispusesse das típicas características de um off-road. Atualmente, o último modelo de Land Rover lançado possui, além delas, acessórios de alto valor agregado, como acabamento em madeira real, assentos de couro aquecidos e resfriados e entretenimento traseiro. Tudo isso de forma altamente tecnológica, segura e facilitada.

Concorrente da Land Rover, o Jeep Grand Cherokee tem segurança, potência e conforto como seus principais atributos. É ideal para passear com a família, por possuir atrativos itens que deixam a viagem muito mais prazerosa.

Entre eles, destaca-se o sistema MyGIG (cujo controle é feito por meio de uma tela com dez alto-falantes e pode armazenar mais de 4 mil músicas).  

Mas, se fosse necessário definir o modelo em uma só palavra, ela seria “silêncio”. Isso porque o carro apresenta ruídos baixíssimos. O motor V6 Pentastar, com os impressionantes 286 cv,consegue ser potente e,suave ao mesmo tempo.

A robustez do carro se deve ao fato de ele ser capaz de enfrentar trechos alagados, com areia e lama. O que torna o veículo uma opção não tão viável é o alto preço, se comparado aos seus concorrentes.

O valor inicial, avaliado em R$174.900, até empolga, mas as versões mais avançadas podem chegar a R$279.990. Números estes referentes a 2021.

Land Rover

Como escolher o modelo adequado

A decisão sobre qual carro comprar deve seguir algumas orientações. Primeiro, deve-se pesquisar modelos com os quais haja uma identificação prévia.

Para realizar esse levantamento, é necessário ter em mente quanto se pretende gastar na aquisição do veículo. Essa informação já restringe bastante os resultados de busca e contribui para a boa gestão orçamentária do comprador, uma vez que diminui as chances de ele fazer loucuras que não conseguirá pagar futuramente.

Finalmente, é recomendável que o interessado na compra tenha noção de quais ambientes seu futuro veículo frequentará mais, para que possa ser feita uma avaliação acerca do consumo de combustível.

As SUVs, que conquistaram a preferência de boa parte dos consumidores, tendem a ter maior custo de manutenção, seguro e combustível em comparação a outras categorias.

Escrito por

Gracyane Borges

Gracyane mestranda em ciências da linguagem na Universidade Federal do Rio de Janeiro o, formada em Jornalismo torcedora do tricolor.